Hoje é dia 2, Bebê: Melhor Sequência inicial e Final

Por incrível que pareça estou aqui novamente!!!

Quem fez esse meme não quis perdoar mesmo minha falta de memória… Sequência inicial e sequência final é uma coisa bem complicada. A final eu já tenho em mente, mas a inicial tá bem difícil. Eu acho a inicial mais difícil por ser justamente ela quem vai começar o filme, ou seja, toda sua curiosidade e expectativa podem morrer na sequência inicial do filme. É lógico que sempre tem aquele diretor que faz um filme filha da puta de bom e consegue cagar no final, mas até aí dependendo do nível do filme dá pra perdoar.

 Tô falando que a cena inicial pra mim é mais dificil, já são 13h e estou desde as 11h pensando sobre a bendita da cena inicial. Aí apelei pro youtube pra ver todas as cenas iniciais de todos os filmes que me marcaram e pensei: “sou burra pacaraio”. Todas as aberturas que coloquei lá são ótimas. E minha lista vai desde musical até suspense. Vou citar agumas cenas iniciais que amo de paixão: Kill bill 1 (a cena do tiro) e 2 ( a “noiva” contando que precisa ter um acerto de contas)  ; West Side Story (a apresentação das gangues “Jets” e “Sharks”); Citizen Kane (a cena da mansão) ; Hairspray (Trace cantando “Good morning Baltimore”). Acho que no final das contas minha escolha não vai ser uma surpresa. Quem me conhece sabe da minha paixão por Bonequinha de luxo  (“Breakfast at Tiffany’s – 1961), apesar de ser um filme que considero ser  salvo por 2 cenas: a sequência inicial e a parte da Audrey cantando “Moon River” na escada de incêndio. A sequência inicial é da Audrey chegando em frente a Tiffany, vestida de Givenchy, e tomando um singelo copo de café e comendo alguma coisinha enquanto olha a vitrine da loja.

 

É uma cena tão simples, tão do cotidiano (tirando o vestido Givenchy, óbvio), talvez seja isso a beleza da cena.

 Cena Final

 Essa foi mais fácil de escolher porque é um filme que eu amo de paixão. A sequência final de Cinema Paradiso (1988) é simplesmente lindo. Vou fazer uma ressalva, o filme todo é muito bonito, pra quem não assistiu, vale muito a pena. A trajetória do personagem principal e o amor que ele desenvolve pelo cinema é tocante.

O legal da sequência final de Cinema Paradiso é que não é propriamente do filme e sim uma sequência de beijos de outros filmes, cenas que tinham sido censuradas pelo padre da cidade.

 

 Ps. só to publicando essa hora pq não conseguia justificar o texto e Deus sabe quanto eu odeio texto não justificado.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Filmes com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s